Identifique sintomas do infarto que você ignora todos os dias

As doenças cardiovasculares são líderes em morte no mundo, sendo responsáveis por quase 30% das mortes no Brasil. Para que você fique de olho na saúde do seu coração, separamos 5 sinais que podem indicar um infarto, mas antes vamos entender o que, de fato, ele é:


O que é um infarto?

Pode ser chamado como infarto agudo do miocárdio ou ataque cardíaco e acontece quando uma ou mais artérias que levam oxigênio ao coração são obstruídas de repente por um coágulo de sangue de gordura.

Fatores que aumentam o risco de infarto
Ninguém está 100% protegido de um infarto, mas ainda assim existem grupos de risco devido a motivos:

  • Alcoolismo;
  • Colesterol elevado;
  • Diabetes;
  • Estresse;
  • Hipertensão;
  • Histórico familiar de infarto;
  • Obesidade;
  • Sedentarismo;
  • Tabagismo.

 

Homens X Mulheres

É possível captar sinais de um infarto semanas antes do mesmo acontecer. Aproximadamente 50% dos casos podem ser identificados, mas sempre são ignorados. É importante compreender que os infartos atingem homens e mulheres de maneiras diferentes, tanto em relação à faixa etária quanto aos sintomas. Veja como:

Homens
Idade: mais de 45 anos
Sintomas: pressão no peito que não pode ser localizada por um dedo, suor frio, dor nos braços, boca do estômago e mandíbula, tonturas e desmaios.

Mulheres
Idade: mais de 55 anos (período da menopausa)
Sintomas: queimação e pontadas na região do peito, enjoo, falta de ar, cansaço inexplicável e arritmia.

 

5 sinais que o corpo dá no momento do infarto
Os órgãos e tecidos do corpo são interligados e interdependentes. Ou seja, o músculo cardíaco não funciona sozinho, portanto o seu corpo inteiro pode sentir os efeitos de um infarto.

1. Dor na região torácica
O primeiro sinal que o corpo dá pode ser externado como dor na região do tórax e peito. Geralmente, é irradiado de diferentes maneiras para os braços, ombros, costas, pescoço e mandíbula. A dor acontece de forma súbita, durante atividades do dia a dia ou até mesmo dormindo.

2. Falta de ar
A sensação de aperto no peito pode interferir nos pulmões, refletindo em dificuldade de respirar. Dessa forma o paciente pode sentir falta de ar.

3. Náusea, indigestão, azia ou dor abdominal
Esses são uns dos sintomas que mais confundem os pacientes e médicos, que acreditam que os sinais sejam apenas um desconforto digestivo de “algo que não caiu bem”.

4. Tontura
A presença de tontura também é um sinal. Evite dirigir, porque arritmias e desmaios podem colocar a sua vida e a de outras pessoas em risco.

5. Suor frio e fraqueza
O suor frio e a fraqueza passam, muitas vezes, despercebidos. Os sinais podem ocorrer em razão das dores do peito. E apesar de parecerem sintomas simples e inofensivos, representam algo progressivo. Assim, quanto mais cedo o paciente chegar ao hospital, mais fácil será diminuir os danos.

 

Já consultou um cardiologista este ano? Mais importante do que saber identificar os sintomas de um infarto é saber que a sua saúde está em dia. Agende uma consulta pelo WhatsApp da Clínica São Paulo, é rápido e prático: http://www.bit.ly/FaleComCSP

Ah! Se você tem amigos que fazem parte do grupo de risco, compartilhe essas dicas!

 

 

 

 

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

APÓS DIGITAR, CLIQUE EM ENTER PARA FAZER A BUSCA...

WhatsApp