Dor na Coluna

Quem nunca queixou-se de dor nas costas. Se você nunca sentiu, certamente conhece alguém que sofre deste mal.

A coluna vertebral é uma estrutura que sustenta o ser humano durante toda a sua vida, ela  está relacionada com todas as atividades diárias, e necessita de atenção e cuidados.

A dor nas costas, geralmente, está associada a fatores musculares ou problemas em algum órgão do corpo. No primeiro caso, tensões ou lesões musculares podem ser responsáveis pelo início da dor, sendo ocasionadas por trabalhos repetitivos ou que exijam um esforço físico muito intenso. Nestes casos, a dor nas costas sinaliza uma sobrecarga que compromete a região.

 

Fale com a gente pelo Whatsapp –  Clique Aqui e Agende uma Avaliação.

 

As dores podem afetar qualquer segmento ou parte da coluna.


Cervicalgia (dor cervical) – O termo cervicalgia é usado para nos referirmos à dor na coluna cervical ou “dor na parte de cima nas costas“, onde se localiza a região cervical;


Dorsalgia (dor dorsal) – O termo dorsalgia é usado para nos referirmos à dor na coluna dorsal ou “dor no meio das costas”, onde se localiza a região dorsal;


Lombalgia (dor lombar) – O termo lombalgia é usado para nos referimos à dor na coluna lombar ou à ”dor na parte de baixo das costas”, “dor nas costas próximo à cintura” ou “dor no final das costas”, onde se localiza a região lombar.

 

Quais são as causas de dores nas costas

A dor na costas geralmente se desenvolve sem uma causa específica e o médico irá identificá-la com testes e exames de imagem. Condições comumentes relacionadas a dor nas costas incluem:

Estirpe muscular ou ligamentar: o trabalho pesado repetido ou um movimento súbito e desajeitado podem esticar os músculos das costas e os ligamentos da coluna vertebral.

Discos abaulamento ou ruptura: discos agem como almofadas entre os ossos da coluna. O material macio dentro de um disco pode inchar ou romper e pressionar o nervo.

Hérnia de disco:  ocorre quando parte de um disco intervertebral sai de sua posição normal e comprime as raízes nervosas que se ramificam a partir da medula espinhal e que emergem da coluna espinhal. Esse problema é mais comum nas regiões lombar e cervical, por serem áreas mais expostas ao movimento e que suportam mais carga.

Artrite: a osteoartrite pode afetar a parte inferior das costas. Em alguns casos, a artrite na coluna pode levar a um estreitamento do espaço ao redor da medula espinhal, uma condição chamada estenose espinhal.

Irregularidades esqueléticas: a dor nas costas pode ocorrer se sua espinha se curva de forma anormal.

Osteoporose: as vértebras da coluna podem desenvolver fraturas por compressão se os ossos se tornarem porosos e quebradiços.

 

Para além das patologias da coluna citadas acima, que estão entre as mais frequentes causas de dor, muitas outras patologias da coluna vertebral podem estar relacionadas com a sintomatologia. Nunca ignore uma dor na coluna, procure sempre por ajuda médica! Quando se conhece a real causa da dor, o tratamento se torna eficaz e seguro, melhorando muito a qualidade de vida do paciente.

 

Fatores de risco de dor nas costas

 

Dores nas costas não é só comum em adultos, crianças e adolescentes também podem desenvolver. Alguns fatores podem contribuir. Saiba quais:

Falta de exercícios: músculos fracos e não usados nas costas podem desencadear dor.

Excesso de peso: carregar peso demais causa estresse extra nas costas.

Levantamento inadequado: usando as costas ao invés de suas pernas.

Má postura: seja de pé, sentado ou deitado, são fatores que podem desencadear o problema. Uma postura correta é determinante para prevenir a dor nas costas.

Condições psicológicas: pessoas propensas a depressão e ansiedade podem desenvolver algum tipo de dor nas costas.

 

Identifique o problema por meio dos sintomas

As dores na coluna costumam seguir um padrão de acordo com o tipo. Nem sempre a dor começa na costas, o corpo pode emitir outros sintomas que correspondem a algum problema na coluna, por isso fique atento aos seguintes sintomas:

  • Dor muscular,
  • Formigamento ou dor aguda,
  • Dor que irradia pela perna,
  • Flexibilidade limitada ou dificuldade de movimentos nas costas.

 

Fale com a gente pelo Whatsapp –  Clique Aqui e Agende uma Avaliação.

 

Tratamento para dores nas costas

Dor na Coluna

 

A partir do diagnóstico correto, o médico poderá indicar o tratamento mais adequado para o cada caso, como a prescrição de medicamentos e a recomendação de terapias que ajudem na correção postural, amenizando as dores na região da coluna. Em alguns casos é possível sim tratar a dor sem que seja necessário recorrer a cirurgia.

 

Fisioterapia:  a fisioterapia pode proporcionar um alívio muscular e ajudar  com exercícios para melhorar a postura, amenizando as dores e recuperando o desgaste lombar, melhorando não só a coluna mas todo o corpo.

 

RPG: RPG (Reeducação Postural Global) visa auxiliar o corpo a se livrar do peso da tensão que adquirimos por causa de vários fatores. O tratamento é individualizado e busca enrijecer e alongar a musculatura, buscando reeducar a postura e aliviar dores. Também é excelente na melhora do equilíbrio e da estabilidade.

 

Acupuntura: o último encontro de especialistas da saúde, realizado no mês de outubro, na Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, confirma que a acupuntura é um grande auxiliar no tratamento para dor na coluna.

 

É um recurso terapêutico que atua no corpo físico e na produção mental de substâncias químicas que diminuem e tratam a dor.

Esta técnica de introdução de agulhas em pontos específicos do corpo serve para aliviar dores/contraturas musculares, dores nas costas e/ou coluna. A acupuntura é muito eficaz no alívio da dor e da inflamação. O corpo se mantém em equilíbrio e você ganha  mais qualidade de vida!

Alguns hábitos simples do cotidiano podem evitar ou melhorar desvios posturais, como escoliose, cifose dorsal, lordose lombar ou lordose cervical. É possível preservar a coluna apenas mudando pequenas atitudes no dia a dia.

  • Na cadeira, no sofá ou no carro, sente-se com os pés apoiados no chão, com as costas totalmente apoiadas no encosto;

 

  • Para pegar um objeto do chão ou amarrar os sapatos, abaixe-se, flexionando os joelhos;

 

  • Ao carregar bolsas ou mochilas no ombro, alterne o lado, de tempos em tempos;

 

  • Caminhe com o abdome contraído para manter as costas retas;

 

  • Para calçar os sapatos, sente-se e traga o pé até o joelho;

 

  • Evite ficar inclinado ou curvado, sempre que possível;

 

  • Alongar-se é um excelente recurso para prevenir e amenizar dor ciática, na cervical ou na lombar;

 

  • A prática de exercícios, ao menos três vezes na semana, ajuda a aumentar a elasticidade e a fortalecer os músculos e articulações;

 

  • O uso de bolsas térmicas pode amenizar o desconforto na região dolorida.  Compressa quente para dor constante e compressa gelada para dor em episódios;

 

  • Faça repouso. Às vezes, o estresse e a tensão muscular podem ser os desencadeadores do incômodo na coluna.

 

Cuide de você e da sua saúde.

Fale com a gente pelo Whatsapp –  Clique Aqui e Agende uma Avaliação.

É rápido e fácil. Teremos o maior prazer em falar com você.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*

APÓS DIGITAR, CLIQUE EM ENTER PARA FAZER A BUSCA...

WhatsApp